Rejeição 203: como habilitar o emissor e resolver o problema

Está com problemas para emitir CTe? Fique tranquilo, estamos aqui para te ajudar. A rejeição 203 indica que os dados do emitente estão inconsistentes com a Sefaz. E agora, o que fazer?

Como resolver a rejeição 203

Para resolver a rejeição 203 verifique e se preciso, ajuste os dados do emitente, autorizado para a emissão de CTe. Por isso, essa habilitação deve ser feita para ambos os ambientes disponíveis: produção e homologação.

Caso você ainda não esteja credenciado, basta entrar em contato com a Secretaria da Fazenda do seu estado e solicitar os procedimentos para tornar-se emitente.

Leia também: rejeição 212 – como resolver a data de emissão inconsistente

Explicando a validação

A regra de validação da Sefaz, nesse caso, é simples. Veja:

O emitente deve estar habilitado na base de dados para a emissão de CTe.

Portanto, a rejeição 203 pode acontecer quando um CTe é emitido:

  • Por um emitente de Conhecimento de Transporte Eletrônico não autorizado a emitir no UF em questão.

Ou seja, sem o credenciamento necessário, após a tentativa de emissão, a rejeição constará. E assim, você será impedido de prosseguir com a emissão do documento.

Experimente o SimplesCTe

Emita seu CTe e/ou MDFe em segundos. Experimente grátis agora mesmo!

Ainda ficou com dúvidas sobre rejeição 203? Fique tranquilo, estamos aqui para te ajudar. Deixe um comentário e te auxiliaremos em breve.

Isso foi útil para você?

PARA CONTADORES E TRANSPORTADORAS

O Emissor de CTe, MDFe e CIOT mais simples e rápido

SimplesCTe é o emissor de CTe e MDFe super rápido e simples de usar. Emita documentos de transporte em segundos, praticamente no automático.

Contato