CIOT: Tudo que você precisa saber para realizar emissão!

O que é o CIOT?

O código identificador de transportes, chamado de CIOT, utilizo para o pagamento do frete ao prestador do serviço. É um código gerado através do emissor de CIOT que fará a ligação de dados juntos a ANTT, que é a Agência Nacional de Transportes Terrestres.

Quando devo gerar?

Como descrito acima, você já sabe do que se trata a sigla “CIOT“. Sendo assim, devo gerar o CIOT sempre que contrato um TAC (Transportador Autônomo de cargas) ou alguma empresa ou cooperativa que possui até 3 veículos vinculados na frota com registro RNTRC.

Prazos: – A obrigatoriedade de cadastrar a Operação de Transporte e da correspondente geração do CIOT será aplicável somente para os casos de contratação ou subcontratação de TAC e TAC-equiparado. Após ulterior Deliberação da ANTT, conforme Resolução ANTT nº 5.879, de 26 de março de 2020, serão definidos novos prazos para adequação de sistemas.

Quem deve e como fazer a geração do CIOT?

Ou seja, o CIOT deve ser gerado por toda empresa que realiza a contratação de um Transportador Autônomo, Empresa e Cooperativa que possuam até três veículos na frota registrados. Além disso, a geração do CIOT devo fazer através de um emissor de CIOT, que pode ser encontrado no Google.

No SimplesCTe temos integração com a TruckPadPay ou CIOTPag. Por isso, preciso ter o recurso adicional de CIOT no meu plano. Caso não possua ou não tenha interesse no momento, é possível gerar no próprio sistema do seu emissor de CIOT.

Lembrando que, após a geração no sistema do emissor de CIOT preciso informar o código gerado durante a emissão do meu MDFe para ter registro.

Abaixo vídeo demonstrativo da emissão com a integração.

 

 

Isso foi útil para você?

PARA CONTADORES E TRANSPORTADORAS

O Emissor de CTe, MDFe e CIOT mais simples e rápido

SimplesCTe é o emissor de CTe e MDFe super rápido e simples de usar. Emita documentos de transporte em segundos, praticamente no automático.

Contato